Pular para o conteúdo principal

Situações baseadas no país

Requisitos especiais para cães que viajam para os Estados Unidos

  • Em voos com partida da Moldávia ou da Ucrânia e com chegada aos EUA, apenas é aceite 1 gaiola (que não contenha mais de 2 animais da mesma raça/irmãos) por passageiro.
  • De acordo com a decisão tomada pelo Centro de Controlo e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, a partir de 14 de julho de 2021, devido à possibilidade de raiva, qualquer cão (incluindo cães de assistência) que viaje de um país de alto risco ou que tenha estado num país de alto risco nos seis meses anteriores ao voo será temporariamente proibido de entrar nos EUA.
  • De acordo com as regras do país de destino, o passageiro deve fornecer um certificado de vacinação válido, um documento de identificação e outros documentos necessários para os cães de assistência, para que o cão de assistência seja permitido no voo. Adicionalmente, todos os documentos devem ser enviados para os seguintes endereços de e-mail 48 horas antes do voo:
  • A partir de 1 de dezembro de 2021, os passageiros que viajam com seus cães para os EUA de países de alto risco não precisam de obter a aprovação do CDC se atenderem às seguintes condições. O processo é o mesmo para passageiros que não cumpram as condições especificadas. Esta prática também se aplica a cães de assistência (SVAN). Todos os cães devem estar saudáveis na chegada. Clique aqui para obter mais informações e a lista de aeroportos aprovados.
    • Os cães devem ter um certificado de vacinação contra a raiva válido emitido pelos EUA,
    • O certificado de vacinação contra a raiva é de um veterinário nos EUA e a data é apropriada,
    • Os cães devem ter um microchip verificável,
    • Os cães devem ter pelo menos 6 meses de idade,
    • Os cães devem estar saudáveis na chegada,
    • Se entrarem em aeroportos aprovados pelo CDC.
  • Se o cão não cumprir todos os requisitos listados acima, o passageiro deve candidatar-se a uma autorização de saída do CDC para o cão.
  • Para poder transportar um animal de estimação, os documentos relevantes exigidos pelo país de destino devem estar completos e válidos.
  • Alguns países não permitem a entrada, a saída ou o trânsito de animais de estimação com o passageiro.
  • De acordo com as diretrizes do Ministério da Agricultura e Florestas da República da Türkiye, os animais de estimação devem ter um certificado de saúde de um veterinário antes de viajar da Türkiye para outro país (Certificado de Origem e de Saúde Veterinária para movimentos não comerciais de gatos, cães e furões com passageiros para a República da Türkiye). Caso o animal não possua este certificado, o mesmo não será permitido no voo.
  • Os animais domésticos como Sivas Kangal, o Gato Angorá e o Gato Van, que são nativos da Türkiye e estão sob proteção, são aceites para transporte em voos internacionais com partida da Türkiye e chegada ao estrangeiro, desde que a aprovação seja obtida antes do voo das direções relevantes do Ministério da Agricultura e Florestas da República da Türkiye.
  • O transporte de animais de estimação na cabina da aeronave está sujeito às leis do país relativamente à entrada/saída e trânsito de animais. Para obter mais informações, consulte os recursos da TIM/TIMATIC.
  • As raças perigosas e os seus cruzamentos, como o Bull Terrier, o Staffordshire Bull Terrier, o American Pitbull Terrier, o American Staffordshire Terrier, o Pitbull Terrier, o Tosa Japonês, o Dogo Argentino, o Fila Brasileiro e o American Bully, não são permitidos em alguns voos devido às regras da aviação internacional.
  • Raças perigosas, como o Bulldog Americano, Bandog Tosa Inu, Pastor Caucasiano, Mastiff Francês, Pincher e todas as raças Doberman, Presa Canario, Rottweiler, Mastiffs (exceto Bullmastiff), Wolfhounds, Pastor da Anatólia, Boerboel e híbridos destas raças só podem ser transportados na secção da carga da aeronave se forem aceites pela Turkish Cargo.
  • Os papagaios cinzentos africanos, que estão no âmbito da CITES-1 e cujo nome científico é Psittacus Erithacus, não são permitidos nos nossos voos.
  • A partir de 28 de setembro de 2022, é proibido trazer cães para o Canadá, de 100 países, para fins comerciais, incluindo a Türkiye, até novo aviso. Neste contexto, os cães que viajarão com o passageiro na cabina ou secção da carga da aeronave devem pertencer ao passageiro. O passageiro não pode viajar com um cão que pertença a outra pessoa. Se o passageiro viajar com um cão que não seja seu, o cão não será autorizado a entrar no Canadá à chegada. Consulte as regras gerais de aplicação aqui.
  • Os animais de estimação não podem ser transportados em nenhum voo da Turkish Airlines que termine em estações do Reino Unido, incluindo voos de ligação.